Tema de Fundo do Blog Repense | Multibenefícios GPA

Blog Repense | Multibenefícios GPA

Regra dos 50-15-35: saiba como ela pode organizar sua vida financeira

Publicado em 24/11/2020
Regra dos 50-15-35: saiba como ela pode organizar sua vida financeira

A regra dos 50-15-35 é um método simples de controle financeiro, que auxilia na divisão da sua renda de uma forma mais eficiente. Lembre-se que, antes de aplicá-la, você precisa analisar seu orçamento pessoal para conhecer todos os seus gastos e sua renda. Essa etapa é fundamental para manter as finanças sempre em ordem.

Para colocar essa regra em prática, basta dividir as despesas em três grandes categorias, que são: gastos essenciais, prioridades financeiras e estilo de vida. Os números 50, 15 e 35 são os índices da porcentagem relacionados ao direcionamento da sua renda para cada um dos grupos.

Leia também:

O objetivo é dividir a sua renda de acordo com a regra e diminuir excessos. Dessa forma, também é possível desenvolver o hábito de investir uma parte da sua renda e realizar suas metas a curto ou a longo prazo.

Como funciona a regra dos 50-15-35

  • 50% da sua renda é utilizada para despesas fixos e essenciais. Contas de energia elétrica, água, alimentação, transporte e aluguel são exemplos que fazem parte deste grupo.
  • 15% do dinheiro são para suas prioridades financeiras, como pagar dívidas ou apenas economizar. Caso o endividamento seja superior ao valor dos 15% da sua renda, o recomendado é equilibrar os gastos dos demais grupos.

Caso não tenha dívidas, a renda direcionada para esse grupo também pode ser usada para investimentos ou até mesmo para o seu fundo financeiro emergencial.

  • 35% do dinheiro são para despesas relacionadas ao estilo de vida, como lazer e diversão. Normalmente, são os gastos com idas a bares e restaurantes, viagens, livros, academia e outras coisas consideradas supérfluas, mas que garantem bem-estar no cotidiano.

Leia também:

Colocando em prática a regra dos 50-15-35 

Conforme falamos no início deste texto, o primeiro passo é organizar as suas finanças pessoais, pois é essencial que você conheça a sua vida financeira para organizá-la.

Você pode fazer essa organização por meio de planilhas, aplicativos ou até mesmo com papel e caneta. O importante aqui é conseguir registrar todos os seus ganhos e gastos.

Após isso, faça a separação de acordo com os grupos acima (gastos essenciais, prioridades financeiras e estilo de vida).

Exemplo

Veja uma demonstração da aplicação da regra dos 50-15-35 considerando um salário fixo líquido de R$ 2.500,00.

  • O valor destinado para as despesas fixas, como contas de água e luz, será R$ 1.250,00 (corresponde a 50% da renda). É importante manter essas contas sempre organizadas, para que o valor total não ultrapasse os 50%;
  • O valor destinado para suas prioridades financeiras, como dívidas, reserva de emergência ou investimentos, será R$ 375,00 (corresponde a 15% da renda);
  • O valor reservado para lazer e ocupações relacionadas ao seu estilo de vida será R$ 875,00 (corresponde a 35% da renda).

 

Para seguir essa regra é necessário disciplina. Tenha sempre em mente que essa é mais uma maneira de ter o controle do seu próprio dinheiro e, assim, alcançar seu equilíbrio financeiro.

Compartilhe

Artigos Relacionados

Sua Vida

Consumo consciente: o que é e como auxilia na economia doméstica

Ao falar sobre consumo consciente, muitas pessoas o associam somente ao lado ambiental, que é, de fato, muito importante. Entretanto, [...]

Publicado em: 22/12/2020

Sua Vida

Cardápio semanal: conheça as vantagens para sua saúde e para o seu bolso

O cardápio semanal nada mais é do que planejar todas as refeições que você pretende realizar em uma semana. Mas, [...]

Publicado em: 27/10/2020

Sua Empresa

3 maneiras de valorizar os funcionários em premiações de fim de ano

Recompensar as equipes pelos resultados alcançados e pelo desempenho ao longo do ano é essencial e demonstra reconhecimento pela dedicação [...]

Publicado em: 19/10/2020