Tema de Fundo do Blog Repense | Multibenefícios GPA

Blog Repense | Multibenefícios GPA

Vale a pena contratar benefícios?

Publicado em 19/10/2021
Vale a pena contratar benefícios?

Novos cenários, novos modelos, novas dúvidas. Quem trabalha na área de Recursos Humanos com certeza já se fez a pergunta sobre como ficariam os benefícios oferecidos à equipe com a crise sanitária provocada pelo coronavírus.

Sempre propícia a um dilema, a implementação de benefícios corporativos costuma despertar questões sobre o retorno corporativo da ação. Afinal de contas, vale a pena contratar benefícios para os(as) funcionários(as)?

Acompanhe a leitura para descobrir!

 

Leia mais: Além do home office: tendências que se tornaram o legado da pandemia

 

Como os benefícios mudaram com a pandemia?

Antes de darmos sequência ao balanço da contratação de benefícios e seus efeitos, precisamos entender as mudanças de cenário impostas pela pandemia.

O isolamento social levou boa parte dos trabalhadores de escritório a desempenharem suas funções de dentro de casa. Ou seja, o home office se tornou a nova rotina. E, com o novo dia a dia, mudaram também as necessidades das pessoas para trabalhar.

Horários flexíveis, conciliação de atividades domésticas e deslocamento reduzido são apenas alguns exemplos do que mudou. Isso levou as companhias a reverem quais benefícios deveriam ou não continuar em seus pacotes, o que também foi incentivado pelo momento econômico delicado desencadeado pelo coronavírus.

Vale-refeição, vale-alimentação e vale-transporte foram os itens que mais sofreram cortes ou alterações durante os últimos 20 meses. Em contrapartida, outras ações internas passaram a beneficiar os times.

 

Leia mais: Dress code? O impacto do home office na maneira de se vestir

 

Como a legislação pode ajudar a sua empresa a adotar mais benefícios

Para as empresas, ter vantagens fiscais de acordo com suas ações é um atrativo e tanto na hora de considerar novos programas, incluindo o pacote de benefícios oferecido.

Nesse tema, quando o assunto é legislação, há o que comemorar.

Dependendo do tipo de benefício ofertado, como o vale-cultura, existe a possibilidade de dedução no imposto de renda da pessoa jurídica. Isso significa que, investindo determinado valor em um benefício para além daqueles obrigatórios no regime CLT, uma parte dessa quantia pode ser descontada da base de cálculo do IRPJ, garantindo economia para a empresa ao fim do ano fiscal.

 

Leia mais: Incentivo e premiação: quais os resultados para a empresa?

 

Vantagens corporativas dos benefícios

Chegou a hora de explicarmos por que contratar benefícios é um investimento e não um custo.

Você já ouviu dizer que uma equipe motivada e feliz trabalha melhor e produz mais? Esse é o princípio básico do oferecimento de um pacote de benefícios atrativo.

Quando um(a) colaborador(a) percebe que a empresa está disposta a contribuir com seu desenvolvimento, segurança e felicidade, as chances de reconhecimento e boa avaliação aumentam. Além disso, o employer branding, que é a reputação da companhia entre funcionários(as) e profissionais que podem ser contratados no mercado, ganha um aliado de peso.

Um bom pacote de benefícios deixou de ser apenas um detalhe e passou a ser o diferencial na hora do recrutamento e da retenção de talentos.

 

Leia mais: Reaquecimento econômico: como atrair e reter talentos

 

Como contratar benefícios vantajosos

Para implementar um bom pacote de benefícios, antes de tudo é necessário conhecer bem sua empresa e quem a compõe.

Saber o quanto há disponível em termos de recursos, tanto financeiros quanto materiais, é o primeiro passo para identificar a possibilidade e o melhor momento para montar um novo pacote. Se necessário, procurar a ajuda de um consultor pode otimizar a tarefa de organização e pesquisa dos benefícios e suas operadoras.

Outro ponto essencial é ter em mãos dados e características da equipe. Assim, pode-se escolher um benefício que faça sentido para a proposta e necessidade individuais de cada um. Afinal de contas, quem traz o retorno do investimento em benefícios é o(a) colaborador(a). Então, é importante que ele(a) veja utilidade e vantagem na oferta.

 

Colocando todos os fatores na balança, fica mais do que claro que, sim, vale a pena contratar benefícios. Eles são responsáveis por uma série de melhorias graduais no ambiente corporativo e na reputação das empresas.

Não à toa, Multibenefícios oferece uma série de cartões de benefícios feitos sob medida para o seu negócio. É só dar aquela espiadinha no nosso site para conhecer todas as soluções que oferecemos. Se preferir, ligue 3004-2022 e converse com a gente!

Compartilhe

Artigos Relacionados

Sua Empresa

Datas comemorativas: por que sua empresa deve celebrá-las

Afinal, com tantas datas comemorativas presentes no calendário brasileiro, por que celebrar a maioria delas dentro de uma empresa? Existe [...]

Publicado em: 10/05/2022

Sua Empresa

Data driven: como o RH pode ser otimizado pelos dados

Uma boa gestão de dados é muito importante para o mundo corporativo, principalmente quando falamos do setor de Recursos Humanos. [...]

Publicado em: 20/04/2022

Sua Empresa

Como criar um ambiente mais inclusivo para autistas se desenvolverem na empresa

O mês de abril é marcado pela conscientização mundial sobre o Transtorno do Espectro Autista (TEA). Aproveitamos a ocasião para [...]

Publicado em: 06/04/2022